Ligue-se a nós

Sociedade

Alunos de Leiria juntam-se em campanha “O mar começa aqui…” sobre poluição marinha

No concelho de Leiria, a campanha culmina com a pintura de Tenório, na Praia do Pedrógão, em alusão ao fim da própria viagem que os resíduos percorrem até ao mar.

Publicado

em

Por

Centro Escolar da Barreira
Foto: Pintura de sarjeta no âmbito da campanha "O Mar Começa Aqui..." / Facebook Centro Escolar da Barreira

O Município de Leiria aderiu à campanha nacional “O mar começa aqui…” e, em parceria com estabelecimentos de ensino e Institutos Particulares de Solidariedade Social (IPSS), foram pintadas sarjetas, como forma de sensibilização para a poluição do mar.

De acordo com uma nota do Município, os desenhos ilustrativos tiveram como objetivo chamar a atenção para a deposição de lixo nas sarjetas, nomeadamente beatas de cigarros e outros resíduos, que acabam por ter o mar como destino, poluindo depois praias e oceanos e perturbando os ecossistemas marinhos.

Para a vereadora do Ambiente da Câmara Municipal, Ana Esperança, “este é um trabalho que alia a sensibilização ambiental à arte urbana, dando visibilidade a temáticas tão importantes como a proteção das nossas massas de águas”.

“É um enorme orgulho ver tantas escolas a aceitar o desafio e estou certa de que será contagiante a outros estabelecimentos”, acrescentou a responsável, referindo-se à importância da participação das crianças do concelho.

O evento contou com a colaboração do Centro Escolar da Barreira, Colégio Conciliar de Maria Imaculada, Colégio Nossa Senhora de Fátima, as escolas básicas 2/3 Dr. Correia Alexandre, de Barreiros, Coucinheira, Regueira de Pontes, Santa Catarina da Serra, a Escola Básica n.º 1 de Marrazes e o Jardim Escola João de Deus, para além da AMITEI – Associação de Solidariedade Social de Marrazes e de Os Malmequeres.

A disponibilização de todos os materiais e meios foi da responsabilidade do Município de Leiria, através do Centro de Interpretação Ambiental (CIA).

O artista plástico Tenório foi convidado a dinamizar sessões formativas, onde o tema foi trabalhado também pela perspetiva da expressão artística como instrumento impulsionador de mensagens e causas ambientais.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES