Ligue-se a nós

Sociedade

Câmara da Batalha disponibiliza apoio aos desalojados devido a explosão

Uma família teve de ser alojada numa unidade hoteleira, pela proteção civil municipal da Batalha, todas as restantes foram realojadas em casa de familiares.

Publicado

em

Por

INEM
Foto: INEM - Instituto Nacional de Emergência Médica

A Câmara Municipal da Batalha anunciou este domingo que está a disponibilizar apoio aos 21 desalojados dos apartamentos do prédio onde no sábado se deu uma explosão que provocou também dois feridos.

“A Câmara da Batalha, através do Serviço de Proteção Civil Municipal, empenhou os meios de apoio aos 21 desalojados dos apartamentos que ontem [sábado] sofreram danos consideráveis resultado de uma explosão verificada ontem, às 20:00, na freguesia de São Mamede”, refere a nota de imprensa.

“A preocupação agora prende-se com a total recuperação de uma vítima que devido às queimaduras, se encontra internada no Hospital de Santo André, em Leiria”, refere o presidente da câmara da Batalha, Raul Castro, eleito pelo movimento independente Batalha Para Todos, no comunicado.

O também responsável pela proteção civil municipal elogiou “a pronta atuação dos Bombeiros Voluntários da Batalha que empenharam no local diversos operacionais e viaturas, bem como da Junta de Freguesia de São Mamede”.

A autarquia esclarece que, à exceção de uma família que teve de ser alojada numa unidade hoteleira, pela proteção civil municipal da Batalha, todas as restantes foram realojadas em casa de familiares.

“Com a urgência possível e que se impõe, terá de se proceder à avaliação das condições estruturais do prédio e aferir a segurança que o mesmo oferece para as 21 pessoas que ali residiam”, defende Raul Castro.

Segundo disse à agência Lusa uma fonte da polícia na noite de sábado, a explosão “ter-se-á devido a uma fuga de gás, sendo que um dos feridos ficou em estado grave”.

De acordo com o ‘site’ da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil no local, em São Mamede, Batalha, no distrito de Leira, estiveram nove operacionais, com três viaturas.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES