Ligue-se a nós

Sociedade

Câmaras de Alcobaça e Nazaré exigem ao Governo modernização da Linha do Oeste

O projeto de modernização da Linha do Oeste está a ser desenvolvido pela Infraestruturas de Portugal (IP) no âmbito do programa Ferrovia 2020.

Publicado

em

Linha Comboio
Foto: Pixabay

As câmaras de Alcobaça e da Nazaré exigiram esta quinta-feira ao Governo que os respetivos concelhos sejam contemplados pelo projeto de modernização da Linha do Oeste, que deixa de fora as três estações que servem aqueles territórios.

O “inconformismo” das duas autarquias foi expresso num comunicado conjunto em que os municípios de Alcobaça e da Nazaré consideram ter sido “preteridos relativamente a outros concelhos servidos pela Linha do Oeste”, troço ferroviário que liga o Cacém à Figueira da Foz.

Em causa está a “omissão” da linha e estações localizadas naqueles dois concelhos do projeto de Modernização da Linha do Oeste, que só contempla a eletrificação dos troços entre Mira Sintra-Meleças e Torres Vedras e entre Torres Vedras e Caldas da Rainha.

As duas câmaras consideram “urgente a eletrificação dos troços da Linha do Oeste que percorrem os seus territórios” e a “modernização das estações” de S. Martinho do Porto e Pataias Gare (no concelho de Alcobaça) e de Valado dos Frades (no concelho da Nazaré).

A ligação, adiantam, poderá ser feita com “recurso a ‘shutles’ monocarris ou autocarros, numa lógica de mobilidade sustentável”.

“Dado que ambas as populações têm lidado com a obrigatoriedade de pagamento de avultadas portagens na Autoestrada 8 (A8)”, os dois autarcas concluem o comunicado defendendo que aquelas são “merecedoras deste investimento, mitigando décadas de injustiça”.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES