Ligue-se a nós

Cultura

Concertinas da Barrenta festejam 20 anos com 10 horas de atuações pelas serras de Aire e Candeeiros

O percurso em cima de um camião levará 10 horas de música ao longo de mais de cem quilómetros, num trajeto pelo ‘coração’ das serras de Aire e Candeeiros.

Publicado

em

Por

Foto: Tocadores de Concertina da Barreira / DR

A 20.ª edição do Encontro de Tocadores de Concertina da Barrenta será assinalado com 10 horas de atuações nas serras de Aire e Candeeiros e 20 dias de música ‘online’, anunciou a organização.

A programação foi divulgada em comunicado pelo Centro Cultural da Barrenta, como forma de compensar a impossibilidade de juntar presencialmente os cerca de 500 tocadores de concertina que todos os anos se juntam naquele lugar do concelho de Porto de Mós, no distrito de Leiria.

A partir de 06 de setembro, serão divulgados 20 momentos com 20 minutos, um a cada dia, mostrando “o que é o Encontro Nacional de Tocadores de Concertina”, avança a organização. Além da retransmissão da edição de 2019, será dada a conhecer a Escola de concertinas da Barrenta e há visita guiada à aldeia, além de “intervenções dos mais de 50 grupos” que habitualmente participam no evento.

Em 25 de setembro parte para a estrada o grupo de tocadores da Barrenta que, em itinerância pelas aldeias serranas que integram o município de Porto de Mós, fará atuações ao vivo.

Esse percurso em cima de um camião levará 10 horas de música ao longo de mais de cem quilómetros, num trajeto pelo ‘coração’ das serras de Aire e Candeeiros.

“Não quisemos deixar de assinalar este dia, que é esperado por muitos tocadores de concertina que se deslocam até à Barrenta ano após ano, mas, também, para as populações das aldeias do município de Porto de Mós, que nos apoiam incondicionalmente”, explica no comunicado o presidente do Centro Cultural da Barrenta, Ricardo Pereira.

A digressão pela serra, que já aconteceu em 2020 na 19.ª edição do encontro, vai permitir que as populações possam “desfrutar um pouco da música”, frisa o tocador, lembrando que no ano passado “foram milhares de pessoas que, de forma responsável, quiseram ver passar nas suas casas e aldeias o Grupo de Concertinas da Barrenta”.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES