Ligue-se a nós

Sociedade

Covid-19: CIM de Leiria pede recursos humanos ao Governo e disponibiliza ajuda

António Sales passou ainda pelo Seminário Diocesano da Leiria, onde está instalada a estrutura de apoio de retaguarda aos doentes covid-19.

Publicado

em

Por

António Sales
Foto: Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Sales em visita ao Hospital de Leiria / Município de Leiria

A Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria (CIMRL) pediu esta segunda-feira ao Governo mais recursos humanos para os cuidados de saúde primários e saúde pública e disponibilizou ajuda para o combate à pandemia de covid-19.

Reunidos com o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Sales, em Leiria, os presidentes dos municípios de Alvaiázere, Ansião, Batalha, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Leiria, Marinha Grande, Pedrógão Grande, Pombal e Porto de Mós, que integram a CIMRL, pediram um reforço dos recursos humanos – médicos e enfermeiros – para os cuidados de saúde primários e para a saúde pública, disse à Lusa Gonçalo Lopes.

“Todos reclamaram a necessidade de reforçar os recursos humanos no terreno. A carência de médicos e enfermeiros é um dos pontos transversal na região”, acrescentou o presidente da CIMRL, também presidente do Município de Leiria (PS).

Gonçalo Lopes disse ainda que, na reunião, os autarcas manifestaram a sua disponibilidade para “colaborar com o Governo no processo de vacinação, que vai arrancar no próximo ano”.

“Demos conta da nossa capacidade logística e organizacional no terreno e estamos disponíveis para estar nessa estratégia tão importante para país”, sublinhou.

Segundo o autarca, António Sales ouviu ainda o “ponto de situação dos trabalhos das autarquias”, que o puseram a par das ações que “têm sido desenvolvidas” no combate à pandemia da covid-19 na região, “como o apoio na distribuição de equipamentos de proteção individual e a abertura de áreas dedicadas e de apoio à testagem”.

“Falámos das dificuldades no dia-a-dia, nomeadamente ao nível dos cuidados de saúde primários e da saúde pública, que têm feito um trabalho em esforço e estão esgotados”, reforçou Gonçalo Lopes, ao afirmar que os municípios se disponibilizaram ainda para colaborar no ‘trace-covid’, que faz os inquéritos aos possíveis infetados.

António Sales visitou o hospital de Santo André, em Leiria, e a nova área dedicada a doentes respiratórios. O secretário de Estado passou ainda pelo Seminário Diocesano da Leiria, onde está instalada a estrutura de apoio de retaguarda, reunindo depois do almoço com os presidentes dos municípios da CIMRL.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES