Ligue-se a nós

Autárquicas 2021

Entrevista: “Leiria necessita de uma voz progressista e ecologista” – Filipe Honório (Livre)

“A aposta em ciclovias é necessária, mas numa lógica de rede integrada e não de embelezamento”, considera o candidato do Livre à Câmara de Leiria.

Publicado

em

Por

Foto: Filipe Honório tem 30 anos e vive em Marrazes, Leiria / Facebook Filipe Honório

Filipe Honório tem 30 anos, vive em Marrazes e é candidato à Câmara Municipal de Leiria pelo partido Livre, nas próximas eleições autárquicas.

Técnico de desenvolvimento local, justifica a sua candidatura com a “necessidade de uma voz progressista e ecologista”, num “distrito algo conservador”. Aponta a habitação, a mobilidade e as descargas suinícolas como os principais problemas da cidade.

No dia 26 de setembro, pretende conquistar um lugar na Assembleia Municipal de Leiria para o Livre.

 

Notícias de Leiria: Qual a sua experiência política?

Filipe Honório (Livre): Faço parte do Livre desde 2014, sendo que em 2018 assumi cargos internos no partido, primeiro na Assembleia, depois no grupo de contacto da Direção Política do partido e recentemente no grupo de coordenação local do Núcleo de Leiria. Já fiz parte da candidatura do Livre, em 2015, na altura Livre –  Tempo de Avançar e também em 2019, nas eleições legislativas pelo círculo de Leiria.

 

NL: Porque decidiu avançar com uma candidatura à Câmara de Leiria?

Filipe Honório (Livre): Tudo começa com uma candidatura às primárias do partido, sendo que qualquer pessoa é livre de o fazer, desde que de acordo com o programa político.

É certo que esta candidatura também só foi possível com a consolidação do grupo a nível local, e tivemos a sua constituição a 25 de abril deste ano. Além da minha disponibilidade e vontade para avançar, foi só possível com este grupo de apoio.


NL: Que características do partido considera serem necessárias ao concelho de Leiria? 

Filipe Honório (Livre): Há, sem dúvida, a necessidade de uma voz progressista e ecologista no concelho que lute por alguns valores de solidariedade e também de igualdade. Sabemos que Leiria é um distrito algo conservador, fazendo falta vozes mais progressistas e ativas.

“Trabalhar para uma transição verde, abandonar as indústrias poluentes e defender o património natural”.

Tenho sempre optado pela defesa das questões dos direitos do trabalho e pela questão ecológica e principalmente o Livre que tem defendido um novo pacto verde desde a sua fundação e a necessidade de trabalhar para uma transição verde, abandonar as indústrias poluentes e defender o património natural.

Para mim, estas questões são muito importantes e eu pretendo colocá-las na agenda para que possamos resolver alguns problemas de há décadas em Leiria.


NL: Qual considera ser um dos maiores problemas em Leiria?

Filipe Honório (Livre): A habitação. Falamos do acesso à habitação que está na Constituição, Artigo 65.º (Habitação e Urbanismo), e nele está também referido o papel dos municípios promoverem o acesso à habitação. O que acontece hoje é que até pode haver um mercado da habitação, mas pelos preços que são praticados no mercado de arrendamento ou pela instabilidade profissional (exemplo, recibos verdes) ou dificuldade no acesso ao crédito, estes fatores limitam o real acesso à habitação.

“Na cidade de Leiria há património que pode ser usado para [habitação pública]”.

O Livre defende um programa de habitação pública, representando 10% até ao final do mandato, recuperando o património devoluto ou que é empregue para lógicas de mercado de luxo. Na cidade de Leiria há património que pode ser usado para esse efeito.

 

NL: Que outros pontos negros considera existirem na cidade?

Filipe Honório (Livre): Há uma lógica de desenvolvimento muito orientada para o turismo, que nem sempre é sustentável. Quando se diz que temos de salvar o planeta, temos é de nos salvar a nós próprios porque as alterações a que o submetemos são muito aceleradas, e provavelmente não vamos conseguir sobreviver.

A questão que envolve as descargas suinícolas, ou seja no património natural como na Praia do Pedrógão, Lagoa da Ervedeira ou mesmo com os incêndios de 2017, e vemos quatro anos depois o ponto de situação, apercebemo-nos que estes assuntos ainda não são uma prioridade.

“A mobilidade em Leiria é encarada numa lógica de periferia – centro”.

A mobilidade é outra carência em Leiria, encarada numa lógica de periferia – centro, o que levou as pessoas para as zonas limítrofes. Por exemplo, quando eu estudava na ESTG, e morava em Marrazes, tinha de ir ao centro da cidade para entrar noutro transporte público, demorando cerca de uma hora.

 

NL: Uma das apostas do atual executivo foi em ciclovias. Concorda com esta opção?

Filipe Honório (Livre): A aposta em ciclovias é necessária, dando o espaço às pessoas, mas precisam de ser vistas numa lógica integrada e coerente. É necessário haver uma rede integrada e não numa lógica de embelezamento e equipamento público.

 

NL: Quais os pontos de convergência e divergência com o executivo socialista de Gonçalo Lopes?

Filipe Honório (Livre): Falando do atual executivo, que já dura há três mandatos, destaco positivamente a gestão e sustentabilidade financeira, ao contrário da situação deixada pelo PSD, atual oposição.

Quanto ao modelo governativo, defendemos medidas mais sustentáveis e a longo prazo, ao contrário, por exemplo, da aposta em eventos culturais esporádicos e não sustentáveis, promovendo a precariedade nos agentes culturais.


NL: Qual a solução para a poluição ambiental na região de Leiria tendo em conta o peso da economia suinícola?

Filipe Honório (Livre): Tem de haver justiça ambiental e justiça social, não podendo existir uma sem a outra.

“Falamos de uma indústria [suinícola] que dá emprego a muita gente e não pode fechar do dia para a noite”.

Na justiça ambiental, todos conhecemos a situação com o dano nos solos, nas águas, e até prejuízos a longo prazo que ainda não estão estudados. Na justiça social, falamos de uma indústria que dá emprego a muita gente e não pode fechar do dia para a noite. O Município já devia ter trabalhado nesta transição. É urgente, por isso já devia estar a trabalhar nela há alguns anos, tal como aponta a Estratégia Portugal 2030. Infelizmente, o problema ainda não foi solucionado também por inação ou falta de vontade política.

O Livre defende que a indústria suinícola, tal como outras indústrias, precisa de um plano de reconversão e transição verde para que sejam menos poluentes, tenham menos impacto a nível das águas, da qualidade do ar, já que o concelho de Leiria regista o maior número de indústrias [suinícolas] em regime intensivo e isso tem impactos significativos a vários níveis. Não tenhamos ilusões que vamos salvar o ambiente, deixando as pessoas para trás.

 

NL: Sendo o Livre um partido pró e muito virado para a Europa, o que é que falta a Leiria para se assumir como uma cidade “mais” europeia?

Filipe Honório (Livre): Leiria tem acesso a um conjunto de várias redes, seja através da Câmara ou da Comunidade Intermunicipal de Leiria, devendo dinamizar e tirar partido delas. Como é que isto de faz? Podia ter, por exemplo, um gabinete por parte da Comissão Europeia, de apoio a empresas mas também de divulgação do trabalho europeu. É importante criar uma cultura em que as decisões tomadas a nível europeu tenham um impacto direto na nossa realidade.

 

NL: O que seria um bom resultado nas eleições autárquicas de 26 de setembro?

Filipe Honório (Livre): O resultado ideal seria eleger um membro para a Assembleia Municipal de Leiria, consolidar o eleitorado e não recuar nos números registados a nível concelhio.

 

Perguntas rápidas:

NL: Abertura da Base Aérea de Monte Real à aviação civil?

Filipe Honório (Livre): É preciso olhar primeiro para o país, especificamente para a Portela, para perceber as necessidades, mas acredito que a prioridade deve ir para a ferrovia.

 

NL: Aumento da videovigilância na cidade de Leiria?

Filipe Honório (Livre): Não concordo. No Livre acreditamos na liberdade individual e que o Estado não deve ter um peso excessivo no controlo que pode advir deste tipo de instrumentos.

 

NL: Recente requalificação e acessos mecânicos no Castelo de Leiria?

Filipe Honório (Livre): O património cultural e natural merece intervenções, mas têm de ser coerentes, integradas e que pesem o nível de investimento com o benefício. Portanto, avaliando as necessidades do concelho, essa não seria uma prioridade.

 

NL: A suspensão da construção do Pavilhão Multiusos de Leiria?

Filipe Honório (Livre): Leiria tem uma lógica de desporto importante, mais uma vez, deve ser analisado o custo benefício da infraestrutura. Causa-me dúvidas e estranheza que se avance para novos investimentos sem que outros assuntos estejam resolvidos.

 

Há oito candidatos na corrida à presidência da Câmara de Leiria, que se mantém socialista desde 2009, quando o PS conquistou a capital de distrito ao PSD e, desde então, sempre a aumentar a votação em eleições autárquicas.

As próximas eleições autárquicas vão-se realizar no dia 26 de setembro.

Sociedadehá 1 dia

Discotecas classificadas com CAE de bar podem reabrir no domingo

Culturahá 1 dia

Iniciativa Capital Europeia da Cultura motiva investimentos no setor – Paulo Lameiro

Culturahá 1 dia

Anos de preparação são mais-valia da candidatura Leiria a Capital da Cultura – coordenador

Acidente Carro Estrada
Sociedadehá 2 dias

Despiste contra casa em Alfeizerão fere gravemente uma mulher

Sociedadehá 2 dias

NERLEI alerta empresas para o aumento do custo da eletricidade

Mulher Violência Doméstica
Sociedadehá 2 dias

Pulseira eletrónica para homem detido por maus-tratos a companheira e filho em Leiria

Opinião
Opiniãohá 2 dias

Como é que se fazem os bebés?

Auriol Dongmo
Desportohá 2 dias

Tóquio2020: Auriol Dongmo qualifica-se para a final do lançamento do peso

Pobrais Pedrógão Grande
Sociedadehá 2 dias

Quase dois mil hectares de Pedrógão Grande em Área Integrada de Gestão da Paisagem

Máscara
Sociedadehá 3 dias

Uso de máscara deixa de ser obrigatório na via pública em setembro

Agendahá 3 dias

Concertos de Verão percorrem jardins e parques verdes de Leiria

Leiria Lettering Fica Em Casa
Sociedadehá 3 dias

“Leiria Protege” distribuiu 776 mil euros por 311 empresas

Autárquicas 2021há 3 dias

Descer impostos, baixar o preço da água e resolver o problema da habitação – Fábio Joaquim

Sociedadehá 3 dias

Gonçalo Lopes apela à participação nas eleições autárquicas

Autárquicas 2021há 3 dias

PAN também quer governar Câmara de Leiria e apresenta empresário Pedro Machado

Artigo Patrocinadohá 3 dias

Será que escolherá jogar em casinos só de criptomoedas ou em casinos compatíveis com criptomoedas?

Agendahá 3 dias

Agrupamento Escuteiros 1244 Louriçal recolhe alimentos e produtos de higiene

Taxi Centro Hospitalar de Leiria
Sociedadehá 3 dias

Hospital de Leiria recebeu 28 crianças com sintomas de intoxicação alimentar

INEM
Sociedadehá 3 dias

Criança de 12 anos morre afogada em Pombal

Crianças
Sociedadehá 4 dias

Nove crianças levadas para o hospital com sintomas de intoxicação alimentar

Bem Estarhá 3 semanas

O Lidl mais bonito do mundo fica no distrito de Leiria

Bola Futebol Estádio
Sociedadehá 4 semanas

Jovem de 12 anos morre em jogo de futebol vítima de paragem cardiorrespiratória em Leiria

Criança mão
Sociedadehá 1 ano

Menina de dois anos e meio infetada com Covid-19 em Leiria

Rei dos Frangos Take-Away
Sociedadehá 4 semanas

Churrasqueira de Leiria esclarece que não é “esse Rei dos Frangos” e nem percebe de ações”

Colégio Infantil Cubo Mágico Leiria
Sociedadehá 2 anos

Creche em Leiria perde bebés durante passeio em pinhal

BMW
Sociedadehá 4 meses

GNR nega que tenha um BMW M3 descaracterizado para patrulhar Leiria

Av. Heróis de Angola, Leiria
Sociedadehá 2 semanas

Nove concelhos do distrito de Leiria com limitação de circulação a partir das 23h00

Dialectos-Manjedoura-D-Dinis
Bem Estarhá 2 anos

Escola de Leiria adapta vídeo “Dialectos de Manjedoura” para Língua Gestual

Lar Residência Quinta Santo António
Sociedadehá 1 ano

Residências Quinta Santo António inauguram em julho com quartos a partir de 1500 euros

Buscas S. Pedro Moel
Sociedadehá 2 anos

Encontrado corpo de pescador desaparecido em São Pedro de Moel

Violência Doméstica Mulher
Sociedadehá 9 meses

Homem de 41 anos detido por violência doméstica em Leiria

Filme Druk
Cinemahá 7 meses

Druk – Another Round – A medida ideal

Plantar
Sociedadehá 4 meses

Quer plantar uma árvore no seu jardim? O Município de Leiria oferece

Praia Nazaré Covid-19
Sociedadehá 3 meses

Através do telemóvel vai conseguir reservar um lugar na praia

Passadiço Casal S. Simão
Sociedadehá 2 anos

Passadiços de Casal de S. Simão vão ser inaugurados em 2020

Máscara
Sociedadehá 1 ano

Distrito de Leiria tem 28 pessoas infetadas com Covid-19

Gelo para brisas GNR
Sociedadehá 2 anos

GNR de Leiria dá conselhos de como remover gelo do pára-brisas

Knives Out Movie Daniel Craig
Cinemahá 2 anos

Quem matou Harlan Thrombey? – Knives Out

Termómetro Febre
Sociedadehá 1 ano

Pombal: Homem infetado com Covid-19 leva ao fecho de estabelecimentos

Covid-19 Câmara Marinha Grande
Sociedadehá 9 meses

Concelho de Leiria acorda com 270 casos ativos de covid-19. Marinha Grande no vermelho

POPULARES