Ligue-se a nós

Sociedade

Fátima: Museu da Vida de Cristo à venda por 1,4 milhões de euros

O espaço foi construído há 14 anos num investimento de 12 milhões de euros.

Publicado

em

Por

Museu Vida de Cristo
Foto: Museu Vida de Cristo / DR

O espaço da Vida de Cristo – Parques Temáticos, localizado em Fátima, está à venda pelo valor de 1,4 milhões de euros, de acordo com o Jornal de Negócios.

Construído em 2007, num investimento de 12 milhões de euros, encontra-se fechado há quatro anos, numa falência que deixou dívidas de 5,6 milhões. Após vários leilões infrutíferos, está agora à venda por 1,4 milhões, explica o jornal.

O museu retratava a vida de Cristo, desde a anunciação do Anjo a Maria até à Ascensão de Jesus ao céu, num total de 33 cenários, através de figuras de cera.

Um complexo museológico que foi, ainda, dotado de uma galeria comercial com 16 lojas, cinco arrecadações e um parque de estacionamento em cave com cerca de uma centena de lugares, num investimento que atingiu os 12 milhões de euros.

Com poucos visitantes, explica o JN que a promotora do museu, a Vida de Cristo – Parques Temáticos aderiu ao Processo Especial de Revitalização (PER), com dívidas de 5,6 milhões de euros, tendo a Caixa Geral de Depósitos (CGD) como credora hipotecária e maioritária, detendo dois terços dos créditos reconhecidos (3,7 milhões de euros).

Mas o plano de recuperação que apresentou aos credores, propondo um perdão de 2,1 milhões de euros de créditos garantidos, com a dação em pagamento das lojas e do parque de estacionamento, e o abate de 90% dos créditos comuns e subordinados, foi chumbado pelo banco estatal.

A Vida de Cristo – Parques Temáticos seguiu para insolvência. Em assembleia de 28 de março de 2017, os credores determinaram o encerramento da sua atividade e a venda dos ativos.

Após diversas tentativas de venda e leilões infrutíferas, o Museu da Vida de Cristo está novamente à venda. Caso não registe propostas de compra para a totalidade dos bens, o museu, incluindo as figuras e o material de escritório, pode ser adquirido por 1,436 milhões de euros, conclui o jornal.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES