Ligue-se a nós

Sociedade

Federação Distrital do PS destaca investimentos no Centro Hospitalar de Leiria

A Federação Socialista acusa o “PSD Leiria, na linha da sua política de dizer por dizer sem nada fazer”, de criticar António Sales “por, alegadamente, não resolver os problemas do Centro Hospitalar de Leiria.

Publicado

em

Por

Foto: António Lacerda Sales e Walter Chicharro / Facebook Walter Chicharro

A Federação Distrital de Leiria do PS destacou esta terça-feira o investimento no Centro Hospitalar de Leiria (CHL) e assegurou que se pretende fazer mais, mas a herança do PSD ao nível estrutural do Serviço Nacional de Saúde é difícil.

“Desde 2015, ano em que o PS chegou ao Governo da República, o número de profissionais de saúde aumentou no CHL em 23%, o que em termos absolutos significa mais 438 profissionais. Destes 438 novos profissionais, 66 são médicos especialistas, 48 são médicos internos, 197 são enfermeiros, 38 são técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica e 52 são assistentes operacionais”, refere um comunicado da Federação.

O documento adianta que o CHL “apostou também na melhoria das instalações e equipamentos, bem como no desenvolvimento de novas valias, como o demonstra o investimento de mais de 20 milhões de euros” feito “nestas áreas desde 2015”.

“Para além disso, foi também com este Governo que foram criadas condições para a descentralização de diversas consultas pelos vários polos do Centro Hospitalar, a criação de novos serviços em áreas tão distintas como a Endocrinologia, a Nutrição e ainda a criação do Centro de Investigação ou o hospital de dia de Psiquiatria”, exemplifica.

O comunicado do PS surge um dia depois de uma conferência de imprensa do PSD, na qual o presidente da Comissão Política Distrital de Leiria e deputado na Assembleia da República, Hugo Oliveira, defendeu o recurso a privados para resolver “o caos na saúde”, considerando que “as pessoas não podem morrer porque há problemas ideológicos”.

“O Governo até nos roubou um ortopedista para secretário de Estado [da Saúde, António Sales], que tanta falta faz. E o senhor secretário de Estado, que é presidente da Assembleia Municipal de Leiria e foi cabeça de lista do PS nas últimas eleições legislativas, devia fazer objetivamente alguma coisa pelo distrito e pelos nossos centros hospitalares, que estão a ter dificuldades constantes”, apontou Hugo Oliveira.

No comunicado, a Federação, liderada por Walter Chicharro, acusa ainda o “PSD Leiria, na linha da sua política de dizer por dizer sem nada fazer”, de criticar António Sales “por, alegadamente, não resolver os problemas do Centro Hospitalar de Leiria.

“Compreendemos como é complicado para o PSD Leiria ver um eleito do PS atingir um patamar de reconhecimento e notoriedade tão positivo como aquele que o Dr. António Sales atingiu, o que, sendo naturalmente motivo de orgulho para todos os seus concidadãos, incomoda quem faz parte do partido que menos fez pela saúde em Portugal aquando do exercício de funções governativas: o PSD”, acrescenta a Federação Distrital de Leiria do PS.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES