Ligue-se a nós

Agenda

Festival Impulso regressa às Caldas da Rainha em junho com formato renovado

O Festival Impulso, focado na música eletrónica e de dança, vai contar com concertos de Branko, Tomasa Del Real, Virgen María, Conjunto Corona, Nídia, Fogo Fogo, Puta da Silva, Mão Morta, Club Makumba, Maria Reis, BLEID, Merca Bae, Odete e Scúru Fitchadú.

Publicado

em

Por

Foto: Aurora Pinho em Festival Impulso / Facebook Festival Impulso

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

O Festival Impulso vai realizar-se nas Caldas da Rainha entre os dias 23 e 25 de junho, numa edição que conta pela primeira vez com um palco móvel, num autocarro que levará música à cidade durante três dias.

Depois de nas últimas edições ter sofrido alterações ditadas pela pandemia de covid-19, o festival volta este ano ao ar livre, “num formato renovado e com vários palcos espalhados pela cidade”, anunciou hoje a organização do Impulso.

O festival que percorre vários espetros sonoros, com foco particular na música eletrónica e de dança, conta com propostas musicais que passam, entre outras, pelos concertos de Branko, Tomasa Del Real, Virgen María, Conjunto Corona, Nídia, Fogo Fogo, Puta da Silva, Mão Morta, Club Makumba, Maria Reis, BLEID, Merca Bae, Odete e Scúru Fitchadú.

O cartaz, divulgado hoje, inclui ainda as estreias nacionais do trio madrileno VÁ [Trippin’ You] e da produtora e DJ escocesa TAAHLIAH, bem como o regresso de Pluto, a banda originária do Porto, formada em 2002, que subirá ao palco com Manel Cruz, Peixe, Eduardo Silva e Ruça, “numa apresentação rara que conta apenas com algumas, muito poucas, datas nacionais”, destacou a organização do festival.

O evento que tem como objetivo “fortalecer a simbiose com a cidade convertendo-a num espaço de encontro entre a música, os seus lugares históricos e culturais e a comunidade de estudantes e artistas locais”, decorrerá sobretudo no Parque D. Carlos I, tendo este ano, para além do palco móvel, outras novidades.

Entre elas, um novo palco para concertos a realizar durante a tarde, uma zona dedicada à exposição de trabalhos realizados pelos alunos da Escola Superior de Arte e Design das Caldas da Rainha (ESAD.CR) e um espaço de ‘clubbing’ repensado e redesenhado à medida da programação desta edição.

A programação da tarde contará com a parceria do Grémio Caldense que se traduz num ciclo musical em que se destacam o duo O Gringo Sou Eu, a estreia nacional do baterista americano NAH e a primeira apresentação do duo Rally Fantasia.

O Impulso mantém igualmente a parceria com o DocLisboa.

Já no que respeita a novas parcerias, a organização destaca “A música dá trabalho”, da editora Omnichord Records, que em conjunto com o Impulso levará vários artistas a atuar em escolas primárias.

Durante os próximos meses serão ainda anunciados quatro ‘warmups Impulso 2022’ que irão acontecer em Lisboa, Porto, Leiria e Caldas da Rainha.

O Impulso 2022 é organizado pela Associação Impulso numa coorganização com o município das Caldas da Rainha e em parceria com a ESAD.CR.

Os bilhetes já estão disponíveis ‘online’, com o passe de três dias a 40 euros, em preço especial de pré-venda até ao final de abril (passando depois a 50 euros) e o bilhete diário 20 a euros.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES