Ligue-se a nós

Cinema

Fleabag – 3 Razões para ver Fleabag

“O humor de Waller-Bridge pode não ser para todos, mas é sem dúvida franco e sem papas na língua”.

Publicado

em

Fleabag
Foto: Facebook Fleabag

Título: Fleabag
Criadora: Phoebe Waller-Bridge
Ano: 2016
Classificação IMDB: 8.7

 

Baseada na peça de teatro homónima, Fleabag é uma das melhores séries britânicas dos últimos anos. Damos-lhe três motivos para ver esta série hoje.

Um humor fora da caixa e descarado.

O humor de Waller-Bridge pode não ser para todos, mas é sem dúvida franco e sem papas na língua. As personagens são humanas, desajeitadas e peculiares. As situações em que se colocam são embaraçosas, mas não são rebuscadas. São reais e aparentemente poderiam acontecer a qualquer um. Os diálogos são ricos, naturais e muito divertidos.

Uma história espetacular e surpreendente.

Fleabag não existe apenas com o objetivo de fazer rir. A história que se desenrola ao longo da temporada tem tanto de cómico como de dramático, com muita substância para preencher todas as necessidades dos espetadores. A viagem de Fleabag (personagem principal) para superar a morte trágica da sua melhor amiga, para encontrar o amor e a aceitação e para se reconciliar com os seus sentimentos e ações é incrível de acompanhar e reflete intimamente quem somos nos vários quadrantes da vida.

A participação de grandes atores.

Phoebe Waller-Bridge, criadora e protagonista da série, rodeou-se de um conjunto fantástico de atores, perfeitos para cada papel. Sian Clifford é Claire: irmã, confidente e o seu maior apoio; Olivia Colman é a madrinha que se torna madrasta, uma personagem que Waller-Bridge diz ter criado propositadamente para Colman; Bill Paterson é o pai que não sabe como lidar com as filhas; e Andrew Scott ficou conhecido como o padre “bonzão”, cuja fé é mais humana do inabalável.

Veja aqui o trailer:

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES