Ligue-se a nós

Sociedade

Jovens leirienses levam 33 países a tribunal por alterações climáticas

Os jovens pedem ao tribunal que responsabilize 33 países, entre os quais Portugal, por impulsionarem a crise climática.

Publicado

em

Por

Nuvens Calor trovoada
Foto: Pixabay

Seis crianças e jovens portugueses, quatro deles de Leiria, são os autores de uma ação que dará entrada esta quinta-feira, 3 de setembro, no Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, em Estrasburgo (França), contra 33 estados, por causa das alterações climáticas.

“Expostos aos extremos de calor”, pretendem que o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem julgue um processo contra 33 países em matéria de clima, anunciou hoje a GLAN – Global Legal Action Network, organização que promove a iniciativa.

“O processo, que é apresentado com o apoio da GLAN, centra-se na crescente ameaça que as alterações climáticas representam para as suas vidas e para o seu bem-estar físico e psicológico. Se forem bem-sucedidos, os 33 países estariam legalmente obrigados, não só a aumentar os cortes nas emissões, mas também a combater as contribuições a nível internacional para as alterações climáticas, incluindo as das suas multinacionais”, defende a organização.

A apresentação do processo ocorre depois de Portugal ter registado o mês de julho mais quente em noventa anos.

“Um relatório de peritos elaborado pela Climate Analytics para o processo descreve Portugal como um ‘hotspot’ de alterações climáticas que está destinado a suportar condições extremas de calor cada vez mais mortíferas”, alegam os defensores do processo.

Quatro dos jovens vivem em Leiria, uma das regiões mais afetadas pelos incêndios florestais que “mataram mais de 120 pessoas em 2017”, referem. Os outros dois requerentes vivem em Lisboa onde, durante a onde de calor de agosto de 2018, foi estabelecida uma nova temperatura recorde de 44 graus.

Na queixa, alegam que os governos visados não estão, categoricamente, a decretar cortes profundos e urgentes nas emissões poluentes, “necessários para salvaguardar o futuro dos jovens requerentes”.

Os países alvo de processo são: Áustria, Bélgica, Bulgária, Chipre, República Checa, Alemanha, Grécia, Dinamarca, Estónia, Finlândia, França, Croácia, Hungria, Irlanda, Itália, Lituânia, Luxemburgo, Letónia, Malta, Países Baixos, Noruega, Polónia, Portugal, Roménia, Rússia, República Eslovaca, Eslovénia, Espanha, Suécia, Suíça, Reino Unido, Turquia e Ucrânia.

https://www.facebook.com/glanlaw/posts/1246805285671712

 

 

Gosta do Notícias de Leiria? Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir! Contamos consigo.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES