Ligue-se a nós

Sociedade

Lançado concurso para projeto do acesso do IC8 a parque empresarial de Ansião

A intervenção vai assegurar às empresas um acesso direto e mais rápido ao IC8, ligando o litoral pela A17 na Figueira da Foz, à zona de fronteira com Espanha através da A23.

Publicado

em

Por

IC8 Ansião
Foto: IC8 / DR

A Infraestruturas de Portugal lançou o concurso público para a elaboração do projeto de execução do acesso do Itinerário Complementar 8 (IC8) ao Parque Empresarial do Camporês, em Ansião.

“O projeto a desenvolver visa a criação de um acesso desnivelado da atual intersecção do IC8, criando uma ligação mais eficiente e segura, de e para o Parque Empresarial do Camporês”, refere uma nota de imprensa da empresa.

Segundo a Infraestruturas de Portugal (IP), “a concretização deste acesso irá assegurar às empresas ali instaladas um acesso direto e mais rápido ao IC8, que se constitui como um importante eixo rodoviário transversal ao país”, ligando o litoral, pela Autoestrada 17 na Figueira da Foz, à zona de fronteira com Espanha através Autoestrada 23.

Esta intervenção integra o Programa Nacional de Investimentos 2030 e tem como objetivo o desenvolvimento da segunda fase do Programa de Valorização das Áreas Empresariais, “de melhoria das acessibilidades rodoviárias às zonas industriais e áreas empresariais, para o reforço da competitividade das empresas, o aumento das exportações e potenciar a criação de emprego nestas regiões”, adianta a nota.

Prevê-se que a elaboração do projeto de execução seja iniciada no terceiro trimestre deste ano e que esteja concluído no segundo semestre de 2022.

“Posteriormente será lançado o concurso para a empreitada”, acrescenta a Infraestruturas de Portugal.

O concurso, publicado na segunda-feira em Diário da República, tem um preço-base de 200 mil euros.

Esta intervenção consta, igualmente, no Plano de Recuperação e Resiliência de Portugal, para aceder às verbas comunitárias pós-crise da pandemia de covid-19.

À agência Lusa, o presidente da Câmara de Ansião, António José Domingues, salientou hoje a importância deste investimento que tem sido “uma reivindicação no âmbito da acessibilidade ao parque empresarial”, destacando que o município “está a iniciar a ampliação para a parte norte” desta infraestrutura.

“É o corolário de uma série de contactos que vamos tendo com a tutela, que ficou bastante sensibilizada não só para esta questão, como para a requalificação do IC8”, acrescentou António José Domingues.

A ampliação do Parque Empresarial do Camporês, com um custo de 1,89 milhões de euros, vai permitir a criação de 23 novos lotes, disse à Lusa em dezembro de 2020 o autarca, justificando que o investimento “pretende fixar empresas e, por via disso, o aumento do emprego” e, “através desse emprego, a fixação de população”.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES