Ligue-se a nós

Sociedade

Leiria recebeu 35 refugiados menores desacompanhados dos pais

As crianças e jovens têm idades entre os 4 e os 17 anos e não estão acompanhados pelos pais.

Publicado

em

Por

Foto: Leiria apoia a Ucrânia / Facebook Município de Leiria

O distrito de Leiria recebeu 35 menores da Ucrânia desacompanhados dos progenitores ou de representante legal, de acordo com as comunicações do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), anunciou hoje o Ministério Público.

Segundo a procuradora coordenadora da Comarca de Leiria, Ana Simões, as crianças e jovens têm idades entre os 4 e os 17 anos.

Todas estas crianças e jovens apresentaram-se no SEF acompanhados de adulto identificado, que invocou relação familiar ou de proximidade existencial, indicando a residência e os respetivos contactos.

Ana Simões explicou que a medida cautelar generalizada que o Ministério Público está a requerer é a “medida de apoio junto desse familiar ou de pessoa idónea”.

“Esta medida é colocar a criança à guarda de outro familiar que não os pais, com apoio social, económico e outro se necessário”, declarou a procuradora da República, assinalando tratar-se de uma “medida provisória e cautelar”.

Ana Simões adiantou que a preocupação “é proteger estas crianças e despistar situações de tráfico de pessoas, para evitar qualquer tipo de exploração destas menores por terceiros”.

A magistrada do Ministério Público acrescentou a importância de proteger as crianças de eventuais “situações de perigo ou risco em que possam estar”, agravadas “pela fragilidade das circunstâncias em que entraram em território nacional”.

A Comarca de Leiria compreende o distrito de Leiria.

Quase 27 mil pedidos de proteção temporária foram concedidos até hoje por Portugal a pessoas que fugiram da guerra da Ucrânia, segundo a última atualização feita pelo SEF.

O SEF precisa que concedeu desde o início da invasão da Ucrânia pela Rússia, em 24 de fevereiro, 26.950 pedidos de proteção temporária a cidadãos ucranianos e a estrangeiros que residem naquele país.

De acordo com o SEF, entre os refugiados ucranianos que chegaram a Portugal e beneficiários da proteção temporária, 9.558 são menores, representando cerca de 35%.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES