Ligue-se a nós

Artigo Patrocinado

Leiria regista aumento de 30% na procura de casa

Entre os inúmeros efeitos da pandemia nos hábitos dos portugueses, também a procura por nova habitação sofreu alterações.

Publicado

em

Vista aérea da cidade de Leiria
Foto: Zona histórica da cidade de Leiria / DR

O mercado imobiliário nacional tem registado números impressionantes em anos recentes. Ora impulsionado pela elevada procura turística nos principais centros urbanos do país, ora pela escalada de preços dos materiais de construção. Como resultado, as opções no mercado não abundam e os montantes transacionados em alguns distritos tornam o processo pouco convidativo.

Movidos pela adoção em massa do teletrabalho, muitos olham agora para outros distrito do país, redefinindo assim a distribuição do mapa populacional de Portugal. Sem surpresa, Leiria regista uma procura sem igual, com o impacto a sentir-se cada vez mais nos preços praticados.


Preços acompanham aumento da procura

Até ao momento de escrita destas linhas, encontramos cerca de 11.640 anúncios de imóveis disponíveis para comprar em Leiria. Com tipologias para todos os gostos, é seguro afirmar que ainda existem alguns negócios apelativos para a maioria das bolsas.

O processo de busca e contacto é também facilitado por plataformas como o portal Imovirtual. Aqui, é possível consultar detalhadamente cada oferta individual e inclusive efetuar uma visita virtual a muitos destes imóveis.

Com tantos e excelentes argumentos a favor deste distrito em particular, não é surpresa que a procura aumente, levando ao incremento dos preços em anos recentes. Estes aumentaram cerca de 5,7% entre dezembro de 2020 e 2021 até aos 241.684€.


Pandemia altera prioridades da habitação

Entre os inúmeros efeitos da pandemia nos hábitos dos portugueses, também a procura por nova habitação sofreu alterações. Já mencionámos brevemente o efeito do teletrabalho na redefinição do mapa nacional, porém, existem outros motivos para esta mudança.

Irredutivelmente, a escalada de preços em distritos como Lisboa, Faro, Região Autónoma da Madeira ou Porto levam a que muita da classe média do país se sinta cada vez mais pressionada.

Ao considerarmos que muitos destes profissionais também têm aspirações a ter uma família, a necessidade de habitar num grande centro urbano torna-se secundária. Retirando o ónus da localização próxima de um local de trabalho físico, praticamente todo o país se apresenta como opção, com o apelo de existirem valores de imobiliário muito mais convidativos.


O futuro do distrito de Leiria na habitação

São tempos incertos aqueles que se apresentam. Com a procura em alta, a pressão sobre os preços atravessou os picos da pandemia e as incertezas macroeconómicas.
Neste período registaram-se alguns dos aumentos mais significativos no mercado, por vezes na medida de dois dígitos anuais.

Resultado deste período, a dificuldade em restabelecer devidamente as cadeias de produção continua a resultar num agravamento do preço dos materiais de construção que passam a ser assumidos pelos futuros compradores. Desta forma, vivemos uma tempestade perfeita que estrangula a maioria daqueles que deseja adquirir habitação.

O distrito de Leiria usufrui de argumentos únicos no nosso país. Da própria cidade até à incontornável costa oeste, existem opções para todos os gostos. Apenas o futuro dirá se a restituição das cadeias de produção permitirá o regresso de mais habitação a melhores preços.

Sob qualquer perspetiva, existe lugar a toda uma oferta de habitação que seja convidativa para todos os estratos sociais. Só desta forma se pode apontar a um desenvolvimento sustentável de distritos como Leiria.

Artigo Patrocinado: Ink

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES