Ligue-se a nós

Cinema

Matrioska de Narrativas – A Ilha de Bergman

A Ilha de Bergman estará em sessão no Teatro Miguel Franco, nos dias 2 e 3 de novembro.

Publicado

em

Foto: Filme A Ilha de Bergman / DR

Título: A Ilha de Bergman
Realizadora: Mia Hansen-Løve
Ano: 2021
Classificação Notícias de Leiria: 6/10 brisas do lis

Um casal de cineastas passa o verão na ilha sueca de Fårö, uma ilha com uma beleza selvagem, na qual Ingmar Bergman viveu e trabalhou. Chris (Vicky Krieps) e Tony (Tim Roth) admiram o realizador e inspiram-se no passado do local e no legado de Bergman, para avançarem na escrita de argumentos para os seus próximos filmes. À medida que a longa-metragem avança, a realidade e a ficção confundem-se.

Apesar das muitas referências à obra e vida de Ingmar Bergman e da sua forte presença na ilha, o filme não é exclusivo para fãs do artista. Grande parte da narrativa gira à volta da relação de Chris e Tony e Bergman funciona como contexto e pretexto para expor a dinâmica do casal.

Nomeada para a Palma de Ouro do Festival de Cannes, a produção brinca com o espetador, colocando um filme dentro de outro filme. Os limites entre eles misturam-se. Detalhes e personagens ecoam num e noutro. Quanto de “realidade” tem a ficção fica ao critério de quem assiste. Este jogo acaba por fazer a longa-metragem perder o rumo. No meio de tantas direções possíveis, não é claro o caminho que a argumentista e realizadora Mia Hansen-Løve quer seguir. O que fica bem explícito é o desejo de alcançar o inalcançável; a procura eterna por algo maior, melhor e frequentemente inatingível, quer na arte, no trabalho, no amor ou dentro de nós próprios.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES