Ligue-se a nós

Sociedade

Movimento Maker, nascido em Leiria, já entregou viseiras ao Hospital de Leiria e Bombeiros

As viseiras desenvolvidas pelos “makers” nacionais, que começaram por ser impressas em 3D, já estão a ser produzidas industrialmente graças à colaboração entre diferentes profissionais e empresas.

Publicado

em

Por

Viseiras Leiria
Foto: Facebook Movimento Maker - Portugal

O Movimento Maker – Portugal, fundado pelo leiriense Bruno Horta, já entregou mais de 500 viseiras ao Hospital de Leiria e 24 aos Bombeiros Municipais de Leiria e 24 aos Bombeiros Voluntários de Leiria, comunicou o “maker” ao grupo no Facebook.

As viseiras desenvolvidas pelos “makers” nacionais, que começaram por ser impressas em 3D, já estão a ser produzidas industrialmente graças à colaboração entre diferentes profissionais e empresas.

Em declarações à Exame Informática, Bruno Horta explicou que foi Sérgio Martins da Vangest, uma empresa especialista em moldes, que desenhou o que é essencial para qualquer produção de peças por plástico injetado: o molde. Depois, Luís Tavares construiu o molde em “tempo recorde”, o que permitiu o início da produção na empresa PLASTIDOM (Plástico Industriais e Domésticos) em Leiria.

“Em menos de 7 dias inventámos, testámos e estamos a produzir isto mostra que o destino de tudo está nas nossas mãos unidas”, escreveu Bruno Horta no grupo de Facebook que conta com mais de 11 mil membros.

O vídeo partilhado mostra a produção das viseiras na empresa PLASTIDOM, em Leiria.

Pubblicato da Bruno Horta su Sabato 28 marzo 2020

 

Quanto ao transporte, na zona de Leiria, a Câmara Municipal de Leiria, a Cruz Vermelha Portuguesa, entre outras entidades, estão a assegurar as entregas evitando assim que mais pessoas saiam de casa.

Licenciado em engenharia informática pela Escola Superior de Tecnologia e Gestão, do Instituto Politécnico de Leiria, Bruno Horta lidera o grupo de “makers” que produz viseiras de proteção para os combatentes da Covid-19, profissionais de saúde, forças de segurança, proteção civil ou de lares.

Os pedidos de viseiras podem ser feitos através de um formulário online.

Os projetos e desenhos, todos em open source, podem ser descarregados da página do Movimento e imprimidos em impressoras 3D.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES