Ligue-se a nós

Bem Estar

Movimento Marinha Grande Ajuda coloca farmácias na Marinha Grande com máscaras a preço de custo

De momento, uma embalagem de cinco máscaras não ultrapassa os 2,60€ e pretende que todos os marinhenses tenham “acesso a material de proteção”.

Publicado

em

Kit
Foto: Facebook Marinha Grande Ajuda

O movimento Marinha Grande Ajuda já fez chegar batas de proteção e refeições a profissionais, computadores a estudantes e desde a semana passada, máscaras cirúrgicas a preço de custo nas farmácias da cidade da Marinha Grande.

Pelo telefone, o Notícias de Leiria falou com um dos membros que não quis que o identificássemos. “Só queremos ultrapassar os constrangimentos burocráticos que muitas vezes existem e ir ao encontro das necessidades das pessoas, sem obter proveito próprio”, contou-nos logo no início da conversa.

Marinha Grande Ajuda

Foto: Facebook Marinha Grande Ajuda

“Ajude-nos a ajudar”, apelam, pois é isso mesmo que fazem intervindo como facilitadores entre empresas ou particulares que pretendem ajudar ou comprando eles próprios os materiais.

Desde o dia 23 de abril que todas as farmácias da cidade da Marinha Grande vendem máscaras cirúrgicas a preço de custo, ou seja, sem lucro. De momento, uma embalagem de cinco unidades não ultrapassa os 2,60€ e pretende que todos os marinhenses tenham “acesso a material de proteção”.

Esta segunda-feira, foram entregues 44 kits de emergência à Proteção Civil e ao Centro de Saúde da Marinha Grande. Cada kit é composto por um fato de proteção individual, um fato descartável, uma viseira, dois pares de óculos de proteção, uma máscara FFP2, dois pares de luvas e uma touca.

No início do mês, contactaram 30 costureiras que se encontram a fazer batas de proteção para Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e Centros de Saúde.

Perante a existência de famílias sem computadores para aceder ao #estudoemcasa, entraram em contacto com o Agrupamento de Escolas Marinha Grande Nascente e Poente e já lhes fizeram chegar cerca de 20 equipamentos.

Ao fim de semana, ainda colaboram com as refeições dos profissionais de saúde que trabalham na Área Dedicada à covid-19, do Centro de Saúde da Marinha Grande, suportando o seu custo. Até hoje, já foram entregues mais de cem refeições.

Como? Primeiro apelam no Facebook, depois recorrem às suas redes de contactos pessoais e empresas. “Aproveitamos para agradecer a quem nos ajuda, sentimos uma grande disponibilidade”, conta-nos o marinhense membro do Movimento Marinha Grande Ajuda.

Nascidos no Facebook, e claro, na Marinha Grande, o grupo é composto por cerca de vinte pessoas, contando com voluntários. A missão é simples, “auxiliar a população sénior, os prestadores de serviços médicos e sociais, assim como as crianças e a população em geral,” através da disponibilização de equipamentos de proteção.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES