Ligue-se a nós

Sociedade

Mulher Século XXI vai ter gabinete de apoio para crianças e jovens vítimas de violência

O Gabinete Girassol prevê Respostas de Apoio Psicológico para crianças e jovens vítimas de violência doméstica, onde serão prestados serviços de apoio psicológico e psicoterapêutico.

Publicado

em

Por

Menino triste sentado no chão
Foto: Criança triste / Pixabay

A Mulher Século XXI viu aprovado um novo projeto que permitirá a criação de um Gabinete de Apoio Psicológico, direcionado a crianças e jovens vítimas de violência doméstica, explica a Associação de Leiria.

O Gabinete Girassol, criado no âmbito da Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica (RNAVVD), segue a Estratégia Nacional para a Igualdade e não Discriminação (ENIND) “Portugal + Igual”, pretendendo assumir o princípio da Territorialização e da Promoção de parcerias, ao contemplar a participação direta e articulada das diversas organizações dos 10 municípios que compõem a Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria (CIM Leiria) e que intervêm junto de crianças e jovens.

Segundo a Mulher Século XXI – Associação de Desenvolvimento e Apoio às Mulheres, o Gabinete Girassol pretende ser uma resposta inovadora no seu processo, uma vez que prevê Respostas de Apoio Psicológico para crianças e jovens vítimas de violência doméstica, onde serão prestados serviços de apoio psicológico e psicoterapêutico, recorrendo a metodologias de intervenção individual e/ou em grupo e baseadas em abordagens especializadas, através de uma equipa de Psicólogos/as especializada que contribuirá ativamente para importantes resultados a médio e longo prazo.

O relatório anual de 2019, disponibilizado pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Leiria, mostra que foram comunicadas às CPCJ 43 796 situações de perigo, um aumento de 4743 quando comparado com o ano anterior.

Relativamente ao sexo, conclui-se que foram comunicadas mais situações de crianças e jovens do sexo masculino, 23 542 (54%), do que do sexo feminino, 20 254 (46%), o que mantém a tendência do ano anterior.

Em relação ao escalão etário, destacam-se as crianças e jovens entre 11-14 anos, com 11 041 comunicações (25%), entre 15-17 anos, com 10 664 comunicações (24%) e entre os 6-10 anos, com 9580 comunicações (22%).

Atualmente, na Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Leiria estão 258 casos em acompanhamento. Pelo Centro de Acolhimento de Emergência promovido pela Mulher do Século XXI, foram acompanhadas 18 crianças e jovens, pelo Gabinete de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica também promovido pela Mulher Século XXI foram acompanhadas 107 crianças e jovens e pelo Gabinete de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica de Ansião sinalizaram cerca de 10 crianças.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES