Ligue-se a nós

Desporto

Novo recorde de assistência batido em Leiria esta segunda-feira

A União Desportiva de Leiria falhou a subida à II Liga, lutando agora para chegar ao play-off.

Publicado

em

Por

Foto: Estádio Municipal de Leiria / Facebook União Desportiva de Leiria

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

O Estádio Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, recebeu esta segunda-feira 13.204 espectadores no embate que decidiria a subida à II Liga.

Embora a casa preenchida, a vitória foi da Oliveirense que conquistou um lugar na II Liga de futebol da próxima época, garantindo a subida com um triunfo por 2-0.

Um golo de Jaime Pinto, no findar da primeira parte, e outro de Michel, aos 84 minutos, deram a vitória à equipa de Oliveira de Azeméis sobre a União de Leiria, com quem disputava a promoção direta na série 2 da fase de subida da Liga 3.

Mais madura e eficaz, a Oliveirense mostrou-se muito melhor que a União Leiria, concretizando com mérito o regresso ao campeonato do qual desceu em 2021.

A União de Leiria começou por mostrar ambição e Kikas cabeceou às malhas superiores da baliza contrária com perigo, logo no primeiro minuto. Mas foi ‘bluff’: a equipa da casa nunca conseguiu tirar vantagem do facto de jogar no seu estádio, perante 13.204 espetadores – novo recorde da III Liga.

Bem estruturada de trás para a frente, a Oliveirense mostrou-se sólida a defender e tomou conta das operações. Longe de dominar, a equipa de Fábio Pereira preferiu resguardar-se para aproveitar bem desequilíbrios e chegar pontualmente à baliza contrária.

Aos 12 minutos, Duarte Duarte quase marcou, na primeira oportunidade dos visitantes, mas o remate de pé esquerdo, de fora da área, resvalou nas malhas laterais.

Pragmática, a Oliveirense ‘congelou’ o jogo, deixando a União de Leiria acreditar na possibilidade de arriscar e voltar a incomodar o guarda-redes Nuno Silva. Mas a equipa da casa foi sempre inconsequente e desinspirada na frente.

Com frieza, em contra-ataque, o Leiria chegou ao golo por Jaime Pinto, a segundos do apito para o descanso.

Os leirienses reentraram dispostos a retificar e foram à procura de um resultado positivo, mas foram sempre desastrados quando perto da baliza de Nuno Silva. Só aos 89 minutos, num cabeceamento de Gonçalo Gregório que foi à barra, a União de Leiria esteve perto do golo.

A Oliveirense, mesmo perdendo o central Raniel aos 75 minutos, expulso com segundo amarelo, a equipa de Fábio Pereira voltou a marcar, aos 84, num desvio de cabeça de Michel.

Gosta do Notícias de Leiria? Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir! Contamos consigo.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES