Ligue-se a nós

Sociedade

PJ reconstitui homicídio de Valentina com o pai e a madrasta da criança

O corpo da criança foi encontrado a meio da manhã de hoje, mas a PJ não quis confirmar se foram os suspeitos a indicar o local onde deixaram a vítima.

Publicado

em

Por

Peniche Atouguia Polícia
Foto: NL

A Polícia Judiciária de Leiria esteve hoje, com os dois suspeitos do homicídio da criança em Atouguia da Baleia, Peniche, a reconstituir o alegado crime, na casa onde terá ocorrido, confirmou à Lusa fonte policial.

Os dois suspeitos da autoria dos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver, o pai e a madrasta da menina, estiveram a colaborar na reconstituição do crime na casa do suspeito, referiu a mesma fonte.

Outras diligências continuam a ser efetuadas pelos inspetores, para reunirem provas de que o crime foi concretizado pelo pai e pela madrasta da criança durante o dia de quarta-feira.

A menina, de nove anos, foi dada como desaparecida na manhã de quinta-feira por uma denúncia feita pelo pai no posto da GNR de Peniche.

As buscas contaram com o envolvimento de “mais de 600 elementos ativos, numa área de percorrida de sensivelmente de quase 4 mil hectares, palmilhada mais do que uma vez em alguns locais”.

Entre estes elementos estiveram as valências do destacamento de Intervenção de Leiria e o grupo de intervenção cinotécnico (com cães treinados), de Lisboa, e a equipa de aeronaves remotamente pilotadas da GNR, a PSP, bombeiros, escuteiros e vários civis.

O corpo da criança foi encontrado a meio da manhã de hoje, mas a PJ não quis confirmar se foram os suspeitos a indicar o local onde deixaram a vítima.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES