Ligue-se a nós

Sociedade

Presidente da Batalha questiona sucessivas estratégias para afluentes agropecuários sem chegar à solução

O presidente batalhense Paulo Santos questiona se não seria “importante conhecer o resultado dos estudos da AdP Energias passando da estratégia e apresentar soluções”. 

Publicado

em

Por

Paulo Santos
Foto: Presidente da Câmara da Batalha, Paulo Batista Santos / Facebook Paulo Santos

O presidente da Câmara da Batalha, Paulo Santos, usou as redes sociais para questionar as sucessivas estratégias para a resolução do problema dos afluentes suinícolas, sem chegar a uma solução.

A publicação surge depois de esta terça-feira de manhã, no Teatro Miguel Franco, em Leiria, ter sido apresentada a Estratégia Nacional para os Efluentes Agropecuários e Agroindustriais (ENEAPAI), para 2030, com a presença do presidente da Câmara de Leiria, Gonçalo Lopes e dos secretários de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, Nuno Russo, e do Ambiente, Inês Costa.

O autarca recorda que a Estratégia Nacional para os Efluentes Agropecuários e Agroindustriais (ENEAPAI) para o período 2018-2025 foi apresentada publicamente na Batalha, no dia 30 de novembro de 2017, numa cerimónia presidida pelo então Secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins.

Em junho de 2018, em cerimónia pública, relembra Paulo Santos, os ministros do Ambiente e da Agricultura, constituíram um grupo de trabalho interministerial, coordenado pelo Grupo AdP, através da AdP Energias, para realizar os estudos técnicos e económico-financeiros necessários à criação de um novo serviço público destinado ao tratamento e à valorização dos efluentes agropecuários e agroindustriais, Despacho n.º 6312/2019.

Nos termo do Despacho, o Fundo Ambiental transferiu para a AdP Energias um montante de um milhão de euros, para efeitos do apoio à construção de uma solução integrada para a recolha, o tratamento e a valorização dos efluentes agropecuários e agroindustriais no seio do Grupo Águas de Portugal.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES