Ligue-se a nós

Sociedade

Prisão preventiva para homem que roubou torneiras do estaleiro da Câmara da Batalha

O detido tem antecedentes criminais por coação, burla e condução sem carta.

Publicado

em

Por

Foto: Água da torneira / Pixabay


A GNR deteve um homem de 40 anos, que ficou em prisão preventiva por ser suspeito de furto no estaleiro da Câmara da Batalha.

“No âmbito de uma denúncia a dar conta de um furto ocorrido em armazéns, os militares da Guarda encetaram diligências policiais que permitiram localizar o veículo onde seguia o suspeito”, referiu o Comando Territorial de Leiria, explicando que, “ao aperceber-se da viatura” da GNR, “o suspeito colocou-se em fuga”, mas acabou intercetado e detido.

Na viatura estavam torneiras, que foram apreendidas, adiantou a GNR, referindo que o veículo foi furtado em Minde, concelho de Alcanena (Santarém), tendo sido devolvido ao proprietário.

O suspeito, detido na sexta-feira, tem antecedentes criminais por ilícitos da mesma natureza, de acordo com a GNR. Presente no dia seguinte ao Tribunal Judicial de Nazaré (tribunal de turno), foi-lhe aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

À Lusa, o comandante do Destacamento Territorial de Leiria, capitão Daniel Matos, disse que o arguido, desempregado, furtou do estaleiro municipal artigos relacionados com canalização, sendo “suspeito de outros furtos que estão em investigação”.

Segundo o comandante, o detido “tem antecedentes criminais por coação, burla”, simples e qualificada, “e condução sem habilitação legal”.

Daniel Matos acrescentou que o arguido tinha um mandado de detenção pendente dado que “noutro processo foi-lhe aplicada a medida de coação de prisão domiciliária com pulseira eletrónica, que não cumpriu”.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES