Ligue-se a nós

Cultura

Projeto “Serão com Avós” quer embalar idosos institucionalizados da região de Leiria

“Serão com Avós” é para ser concretizado este ano junto de 10 instituições, lares ou unidades de cuidados continuados, de Leiria, Marinha Grande, Pombal, Porto de Mós e Ourém.

Publicado

em

Por

Mulher idosa
Foto: Mãos de mulher idosa / Pixabay

A Sociedade Artística Musical dos Pousos (SAMP) lançou o projeto “Serão com Avós”, que quer embalar idosos institucionalizados em cinco concelhos da região de Leiria.

“É um projeto para embalar os idosos. Nas sessões noturnas, não vai haver interação, nem diálogo. É poesia, é contar histórias, é música que lhes vai chegar quando já estão para adormecer”, disse hoje à agência Lusa a coordenadora de projetos da SAMP, Raquel Gomes.

Numa nota de imprensa, a SAMP explicou que “Serão com Avós” é um “projeto de intervenção através da arte, que atua junto de idosos institucionalizados dos municípios envolvidos, que pretende proporcionar momentos de fruição artística de qualidade antes e durante o adormecer dos intervenientes, promovendo um estado de relaxamento necessário, acalentando o sono”.

A organização adiantopu que esta proposta surgiu no seguimento do “Novas Primaveras” (programa da SAMP dedicado à terceira idade e cuidados paliativos), no qual os profissionais, “ao conversarem com alguns intervenientes, perceberam que o momento que antecede o sono é, por vezes, algo tenso, sendo que a maioria das pessoas se encontra num estado de maior sensibilidade, no qual o medo da morte, a solidão e até certas memórias perturbam a qualidade do sono”.

Destacando que “tal verifica-se com maior frequência junto das pessoas idosas”, a SAMP notou que surgiu, então, a necessidade de utilizar a música “para proporcionar momentos de tranquilidade e amenizar todo o processo, tanto para os utentes, como para os seus cuidadores”.

“Serão com Avós” é para ser concretizado este ano junto de 10 instituições, lares ou unidades de cuidados continuados, de Leiria, Marinha Grande, Pombal, Porto de Mós e Ourém.

Cada instituição vai ter três sessões artísticas, quando os idosos já se encontrarem nas suas camas, mesmo antes de adormecer.

A SAMP adiantou que estes momentos vão ser executados por três profissionais ligados a diferentes áreas artísticas, sendo um deles sempre da área da música. Dois são artistas da SAMP e o terceiro será do município visitado.

Cada instituição vai também usufruir de um momento artístico ao início da manhã, a “Alvorada”, sessão que vai “permitir uma interação direta entre os idosos, os seus cuidadores e os profissionais artísticos, bem como oportunidades de avaliação de impacto que permitam perceber, de forma mais objetiva, os benefícios inerentes à implementação deste projeto”.

Raquel Gomes esclareceu que em junho vão ser iniciados os contactos com as instituições.

“Até lá, estamos a contactar as autarquias para nos sinalizarem as instituições”, duas por concelho, sendo que a partir de setembro as intervenções começam, referiu.

A professora de música destacou que o objetivo de “Serão com Avós” é, igualmente chegar aos profissionais das entidades selecionadas, para lhes “proporcionar, também, uma noite mais tranquila, mais relaxada”.

“Se os idosos estiverem mais tranquilos, os profissionais terão também uma noite mais tranquila. A própria música tem esse efeito terapêutico”, acrescentou Raquel Gomes.

“Serão com Avós” foi uma das propostas selecionadas para receber financiamento da Câmara de Leiria, ao abrigo da Rede Cultura 2027.

Promovido pela SAMP, a iniciativa tem o apoio do Município de Leiria e como parceiros o Sport Operário Marinhense e a Ala D’Artistas – Associação Cultural e Artística.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES