Ligue-se a nós

Sociedade

PSD: Presidente da Distrital de Leiria apoia Luís Montenegro à liderança do partido

Luís Montenegro e Jorge Moreira da Silva são, até agora, os dois únicos candidatos anunciados às eleições diretas no PSD no dia 28 de maio.

Publicado

em

Por

Foto: Hugo Oliveira / Facebook

O presidente da Distrital de Leiria do PSD, Hugo Oliveira, disse hoje que apoia a candidatura de Luís Montenegro à liderança do partido, nas eleições diretas marcadas para 28 de maio, destacando a “competência e acutilância” do candidato.

“Enquanto militante de base do partido, a minha posição é de apoio a Luís Montenegro, pessoa que está mais bem posicionada neste momento para liderar o PSD, no momento em que o partido precisa”, afirmou à agência Lusa Hugo Oliveira, considerando ser “preciso avaliar o momento do PSD e o estado do país”.

Luís Montenegro e Jorge Moreira da Silva são, até agora, os dois únicos candidatos anunciados às eleições diretas no PSD no dia 28 de maio, com Congresso no primeiro fim de semana de julho, de 01 a 03, no Porto.

O atual presidente, Rui Rio, anunciou que deixará nessa ocasião a liderança do partido, na sequência da derrota nas legislativas de 30 de janeiro, em que o PS conseguiu maioria absoluta.

“Tenho muita consideração pessoal por Jorge Moreira da Silva, um alto quadro do PSD. Mas esta eleição não é uma questão pessoal, mas de definição do PSD neste momento”, declarou o líder dos sociais-democratas do distrito de Leiria.

Dizendo acreditar em Luís Montenegro e na sua “competência e acutilância” para que “o PSD volte a reencontrar-se com o eleitorado português, porque ficou provado nas últimas eleições legislativas que o partido precisa de se reencontrar com o eleitorado”, Hugo Oliveira defende que, para tal, “o PSD tem de ir, sobretudo, ao encontro das expectativas das novas gerações, saber o que as preocupa e presentar soluções para os problemas que as inquietam no dia a dia”.

Para o presidente da Distrital de Leiria, “o PSD, de uma vez por todas, não deve olhar para as suas disputas internas como uma luta fratricida, mas como uma disputa política normal entre companheiros de partido que querem contribuir para um PSD mais forte, para se preparar para o que é fundamental, governar o país”.

“O PSD é um partido de governo. O país precisa de um PSD forte depois do que este governo do PS vai trazer com desgoverno ao país”, referiu.

Pedindo, após “passar a disputa interna”, união de todos “para reconstruir o PSD”, pois “todos vão ser necessários”, Hugo Oliveira salientou que não se pode “entrar em guerrilha”.

“No passado, esse clima de guerrilha existiu e não deve existir”, declarou.

Hugo Oliveira, que é deputado na Assembleia da República, esclareceu que “a Comissão Política Distrital de Leiria, nos últimos atos eleitorais para a liderança do PSD, não tomou posição enquanto estrutura”, desconhecendo se vai ser diferente desta vez quando aquele órgão se reunir no dia 02 de maio.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES