Ligue-se a nós

Sociedade

PSP investiga causas da explosão que feriu dois trabalhadores em pedreira de Alcobaça

A explosão ocorreu quando dois trabalhadores efetuavam trabalho de rotina para a criação de acessos e remoção de detritos.

Publicado

em

Por

Foto: Máquinas numa pedreira / Pixabay

As causas da explosão que na quinta-feira feriu dois trabalhadores de uma pedreira em Moleanos, no concelho de Alcobaça, estão a ser investigadas pela PSP, informou o comando distrital de Leiria.

Em comunicado, a PSP divulgou que, após contacto da GNR de Alcobaça, fez deslocar à pedreira do Cabeço da Vagem, na localidade de Moleanos, no concelho de Alcobaça, dois polícias, da Secção de Fiscalização, do Núcleo de Armas e Explosivos, apoiados por quatro polícias da Divisão de Investigação e Fiscalização, do Departamento de Armas e Explosivos.

“No âmbito das competências próprias e exclusivas atribuídas por Lei à Polícia de Segurança Pública”, os agentes procederam no local à “recolha de informações e declarações, preservação de vestígios, indícios e objetos, assim como reportagem fotográfica do local que permita chegar às causas da citada explosão”, refere a PSP em comunicado.

A explosão ocorreu pelas 15:16 quando “dois trabalhadores efetuavam trabalho de rotina para a criação de acessos e remoção de detritos”, disse na altura à agência Lusa o comandante dos Bombeiros de Alcobaça, Leandro Domingos.

Um dos trabalhadores, com 40 anos, sofreu ferimentos graves e “foi helitransportado para o Hospital Universitário de Coimbra com queimaduras de maior intensidade no rosto, peito e membros superiores, e de menor gravidade nos membros inferiores”, acrescentou o comandante.

Um outro trabalhador, de 23 anos, sofreu ferimentos ligeiros e foi transportado para o Hospital de Santo André, em Leiria.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES