Ligue-se a nós

Autárquicas 2021

“Quem não tiver automóvel em Leiria corre um sério risco de não conseguir viver” – Sérgio Silva

“É um executivo [PS] que promete muito e cumpre pouco”, considera o candidato Sérgio Silva sobre o partido de Gonçalo Lopes.

Publicado

em

Por

Foto: Sérgio Silva reside e é natural de Marrazes, Leiria / CDU

O economista e consultor Sérgio Silva é o candidato pela CDU (Coligação Unitária Democrática), composta pelo Partido Comunista e Verdes, à Câmara Municipal de Leiria nas próximas eleições autárquicas.

Preocupado com a ascensão de “novas forças anti-democratas”, decidiu entrar na corrida autárquica. Aponta as dificuldades de mobilidade em Leiria, com a dependência do carro, e os bairros sem infraestruturas ou parques.

 

Notícias de Leiria: Como é que surge a sua candidatura à Câmara de Leiria?

Sérgio Silva (CDU): Surge a partir de um desafio do PCP e depois da CDU… depois de muita insistência dos partidos e ponderação minha, resolvi aceitar. Considero que hoje existem muitos perigos para a democracia com o advento de novas forças anti-democráticas e por isso nós temos de dar a cara em defesa da democracia, e isso foi o que me levou a avançar.


NL: Quais considera serem os pontos negros no concelho de Leiria?

Sérgio Silva (CDU): Há muitos. Mas um ponto negro que todos identificam é a situação ambiental, nomeadamemente na bacia hidrográfica do rio Lis, tanto com a poluição feita pelas suiniculturas, como pelos esgotos domésticos.

Há outros problemas ambientais, devido ao incêndio de 2017. A Mata Nacional precisa de ser renovada e replantada.

Relativamente a soluções, no caso dos esgotos domésticos compete exclusivamente aos Municípios recolher e tratar os esgotos domésticos, por isso é necessário concluir a rede de esgotos do concelho, mas também da cidade, porque há muitas zonas na freguesia de Leiria, Marrazes, Parceiros ou Pousos, que escorrem diretamente para o rio sem passarem pelas ETARs.

Já o problema das suiniculturas, é mais complexo, e diz respeito a vários municípios como Leiria, Batalha ou Porto de Mós. Quem tem de resolver o problema é o Governo e os operadores económicos deste setor. No entanto, o que não se pode repetir é a legalização de suiniculturas que estavam ilegais.

Outro ponto negro é o urbanismo. Leiria tem um povoamento muito disperso, composto por uma “manta de muitos retalhos”, sem qualquer unidade. As urbanizações ou bairros não servem as populações. Não há equipamentos públicos, estacionamento suficiente, zonas verdes ou parques infantis. Não é resposta colocar todos estes equipamentos no centro da cidade ou no Jardim da Almuinha Grande. É nos bairros onde as pessoas vivem que tem de haver espaços verdes, locais para as crianças brincarem.

O problema do centro histórico. É preciso revitalizá-lo com pés e cabeça mas não o transformando num resort de luxo, como parece estar na calha, afastando camadas populares do centro histórico, ficando reservado a uma elite. É preciso tratar da convivência das várias funções que os centros históricos têm: residencial, comercial, lazer ou turística. Por exemplo, colocando equipamentos sociais, escolhendo criteriosamente as atividades e não o tornando num parque de diversões, estabelecendo horários, etc.

Uma cidade sem comércio apaga-se. Nós precisamos que o centro da cidade tenha de ter comércio, e para isso, precisamos de um urbanismo comercial, favorecendo o pequeno comércio de rua. Por exemplo, o estacionamento deveria ser gratuito para ajudar a competir com as grandes superfícies.

Outro ponto é o problema da perda da população. Segundo os dados preliminares dos censos 2021, estamos com um problema de população, desenvolvimento e qualidade de vida. Com exceção das freguesias que integram a zona urbana, todas perderam população. Significa que estamos a despovoar o concelho, criando uma macrocefalia, em que a cidade cresce mas porque bebe o que está à sua volta e não é isso que se pretende. Não podemos despovoar as aldeias para povoar a cidade.

Outra pecha é a questão da mobilidade. Quem não tiver automóvel em Leiria corre um sério risco de não conseguir viver, já que não consegue ir trabalhar ou fazer compras. Nós abandonámos, ou melhor, nunca desenvolvemos, mas nos últimos anos deixámos degradar o sistema de transporte público de passageiros. Por outro lado, temos um tipo de povoamento tão disperso em que precisamos da viatura para ir trabalhar e fazer tudo. As coisas não acontecem onde as pessoas vivem. Outro problema associado é a falta de estacionamento principalmente nos bairros que estão à volta do centro da cidade.


NL: Quais são as principais ideias de mudança da CDU para Leiria?

Sérgio Silva (CDU): Qualificar os bairros: melhorar as infra estruturas, criar parques verdes urbanos, criar jardins infantis para as crianças, criar espaços de desporto informal para os jovens, espaços para os idosos…

Outro aspeto prioritário é no âmbito da educação ao nível do pré-escolar. É preciso criar mais salas na zona urbana e à volta.

A despoluição da bacia do Lis é também um dos nossos objetivos.

A criação de zonas industriais… precisamos de desenvolver o concelho, modernizá-lo e captar investimento externo ou nacional. Para o fazermos precisamos de espaços para combinar a indústria e a logística, por exemplo, com a construção do parque industrial de Monte Redondo.
Outra prioridade, embora fora das competências dos municípios, é a requalificação da Linha do Oeste. Precisamos de ter acesso a um sistema ferroviário moderno.

No campo da cultura, achamos prioritário a aquisição das antigas instalações do Instituto da Vinha e do Vinho, na Sismaria, a construção de um Centro Cultural nos Marrazes e um Museu da Indústria. São necessidades que devem começar no próximo mandato.


NL: Consegue identificar os principais pontos de convergência e divergência com este executivo?

Sérgio Silva (CDU): É um executivo que promete muito e cumpre pouco. Em 2017 o investimento ficou cerca de 50% do que estava orçamentado, em 2018 foi cerca de 49%, em 2019 foi cerca de 45 % e em 2020 também ficou sensivelmente por estes valores. Nós estabelecemos objetivos, o Partido Socialista estabelece promessas.

Em 12 anos o Partido Socialista não fez praticamente nada para requalificar todas estas urbanizações que existem em Leiria.

Por exemplo, o Centro Escolar dos Marrazes, 12 anos depois, o PS ainda não resolveu este problema. A conceção de cultura do PS é mercantilista, de espetáculo, já a nossa visão é a formação integral do indivíduo.

No sistema de mobilidade, nós colocamos o enfoque nos transportes públicos urbanos, já o PS centra-se no transporte individual.

No plano do urbanismo comercial, o PDS cria dificuldades ao comércio com medidas, como por exemplo, os constrangimentos no estacionamento. No sentido contrário, nós já apelámos ao partido socialista para que abra o estacionamento municipal da Fonte Quente, de forma gratuita, para que possa servir a cidade.

Aqui e ali poderão haver convergências mas depois na prática há divergências na forma, no conteúdo e nos princípios.


NL: Nas vossas listas, entre os candidatos à Câmara de Leiria, 40% são independentes e 60% são mulheres. Foi uma escolha propositada?

Sérgio Silva (CDU): Não, não procurámos quem era independente ou militante de algum partido. Procurámos quem poderia estar em melhores condições, com equilíbrio entre homens e melhores, zonas do concelho, extratos etários e profissões.


NL: O que é um bom resultado para a CDU no dia 26 de setembro?

Sérgio Silva (CDU): São vários. Aumentar a votação em percentagem, ter mais eleitos nos órgãos autárquicos e a eleição para a Câmara Municipal de Leiria, aumentando a representatividade e uma outra visão, com uma grande entrega à causa pública.

 


Perguntas rápidas:

NL: Abertura da Base Aérea de Monte Real à aviação civil?

Sérgio Silva (CDU): Nós estamos com esse projeto se a Força Aérea não se opuser e desde que não seja uma alternativa ou um complemento ao Aeroporto de Lisboa. Desde que seja um Aeroporto Regional.


NL:
Concordam com mais ciclovias na cidade?

Sérgio Silva (CDU): Sim, mas desde que sejam ciclovias para lazer, já que em Leiria o clima e a orografia são adversos e elas não são usadas. É raro encontrar alguém que circule.

 

NL: Aumento da videovigilância na cidade de Leiria?

Sérgio Silva (CDU): Não concordamos.

 

NL: Recente requalificação e acessos mecânicos no Castelo de Leiria?

Sérgio Silva (CDU):
É o futuro que vai dizer a sua utilidade, contudo achamos que com os milhões de euros que foram gastos havia outras prioridades.

 

NL: A suspensão da construção do Pavilhão Multiusos de Leiria?

Sérgio Silva (CDU): Leiria precisa de um pavilhão de desportos em condições. Nós precisamos de um bom pavilhão de desportos que pode não ter feiras.

 

Há nove candidatos na corrida à presidência da Câmara de Leiria, que se mantém socialista desde 2009, quando o PS conquistou a capital de distrito ao PSD e, desde então, sempre a aumentar a votação em eleições autárquicas.

As próximas eleições autárquicas vão-se realizar no dia 26 de setembro.

Sociedadehá 1 hora

Julgamento do processo dos colégios GPS começa hoje

Consultor Marcos Ramos
Autárquicas 2021há 2 horas

Iniciativa Liberal defende plano a longo prazo para Leiria Capital Europeia da Cultura

Autárquicas 2021há 2 horas

Candidato do Livre em Leiria quer “mapear” problemas da comunidade LGBTI no concelho

Autárquicas 2021há 15 horas

PSD defende carne de porco com selo verde e rede de ciclovia em Leiria

Agendahá 20 horas

Lota de Peniche recebe ação de sensibilização para o cancro de pele

Fábio Seguro Joaquim CDS-PP
Autárquicas 2021há 20 horas

Fábio Seguro Joaquim alerta para problemas na habitação em Leiria

Autárquicas 2021há 22 horas

Chega alerta para “10 mil metros quadrados de amianto” no quartel da GNR de Leiria

Autárquicas 2021há 23 horas

Gonçalo Lopes quer concluir centro de negócios de Leiria no próximo mandato

Sociedadehá 24 horas

Câmara da Batalha investe cerca de 450 mil euros no fornecimento de refeições escolares

Autárquicas 2021há 1 dia

PAN defende transportes públicos com melhores horários para Leiria

Cinemahá 2 dias

A outra metada – The Deuce

Pombal Lettering
Sociedadehá 2 dias

Balcão Único do Prédio de Pombal é o campeão nacional dos registos

Sociedadehá 2 dias

Mau tempo já provocou setenta ocorrências no distrito de Leiria

Leiria
Sociedadehá 2 dias

Leiria é o 12º município melhor para viver, fazer negócios e turismo

Opinião
Opiniãohá 2 dias

Os efeitos da Pandemia nas crianças pequenas

Autárquicas 2021há 2 dias

Bloco de Esquerda quer acabar com recurso da Câmara de Leiria ao trabalho temporário

Sociedadehá 2 dias

Gonçalo Lopes reúne com moradores lesados da Quinta do Taborda

Av. Heróis de Angola, Leiria
Agendahá 2 dias

Shop On regressa a Leiria no dia 18 de setembro

Agendahá 2 dias

1ª Marcha pelos Direitos LGBTQIA+ de Leiria sai à rua em outubro

Autárquicas 2021há 3 dias

Aliança vai apoiar a coligação “Leiria Pode Mais”

Bem Estarhá 2 meses

O Lidl mais bonito do mundo fica no distrito de Leiria

Bola Futebol Estádio
Sociedadehá 2 meses

Jovem de 12 anos morre em jogo de futebol vítima de paragem cardiorrespiratória em Leiria

Criança mão
Sociedadehá 1 ano

Menina de dois anos e meio infetada com Covid-19 em Leiria

Rei dos Frangos Take-Away
Sociedadehá 2 meses

Churrasqueira de Leiria esclarece que não é “esse Rei dos Frangos” e nem percebe de ações”

Colégio Infantil Cubo Mágico Leiria
Sociedadehá 2 anos

Creche em Leiria perde bebés durante passeio em pinhal

BMW
Sociedadehá 5 meses

GNR nega que tenha um BMW M3 descaracterizado para patrulhar Leiria

Av. Heróis de Angola, Leiria
Sociedadehá 2 meses

Nove concelhos do distrito de Leiria com limitação de circulação a partir das 23h00

Lar Residência Quinta Santo António
Sociedadehá 1 ano

Residências Quinta Santo António inauguram em julho com quartos a partir de 1500 euros

Praia Fluvial Agroal
Sociedadehá 1 ano

Praia Fluvial do Agroal reabre dia 1 de julho com lotação máxima de 200 pessoas

Dialectos-Manjedoura-D-Dinis
Bem Estarhá 2 anos

Escola de Leiria adapta vídeo “Dialectos de Manjedoura” para Língua Gestual

Autárquicas 2021há 3 meses

Chega candidata Sara Santos à Câmara da Batalha para “pôr fim aos obstáculos”

Filme Druk
Cinemahá 8 meses

Druk – Another Round – A medida ideal

Praia Nazaré Covid-19
Sociedadehá 4 meses

Através do telemóvel vai conseguir reservar um lugar na praia

Buscas S. Pedro Moel
Sociedadehá 2 anos

Encontrado corpo de pescador desaparecido em São Pedro de Moel

Violência Doméstica Mulher
Sociedadehá 11 meses

Homem de 41 anos detido por violência doméstica em Leiria

Plantar
Sociedadehá 5 meses

Quer plantar uma árvore no seu jardim? O Município de Leiria oferece

Praia Vale Furado
Sociedadehá 1 ano

Vale Furado: O sossego fica a dez quilómetros da Nazaré

Knives Out Movie Daniel Craig
Cinemahá 2 anos

Quem matou Harlan Thrombey? – Knives Out

Farmácia
Sociedadehá 2 meses

Concelho de Leiria já tem farmácias com testes covid-19 gratuitos

Passadiço Casal S. Simão
Sociedadehá 2 anos

Passadiços de Casal de S. Simão vão ser inaugurados em 2020

POPULARES