Ligue-se a nós

Sociedade

Quer ir ao restaurante em Óbidos, Nazaré ou Bombarral? Tem de ter um certificado digital

A medida aplica-se apenas ao fornecimento de refeições no interior dos restaurantes, deixando de fora as pastelarias e cafés.

Publicado

em

Por

Foto: Restaurante / Pixabay

Os restaurantes em concelhos de risco elevado (Óbidos e Bombarral) ou muito elevado (Nazaré) vão passar a ter de exigir certificado digital ou teste negativo à covid-19 a partir das 19h00 de sexta-feira e aos fins de semana para refeições no interior.

A medida, aprovada hoje em Conselho de Ministros, aplica-se apenas às mesas no interior dos restaurantes, segundo referiu a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva.

A ministra esclareceu que a nova exigência começará a ser aplicada a partir do próximo sábado.

São quatro as tipologias de testes aceites: os PCR e antigénio com resultado laboratorial e também os auto-testes feitos presencialmente (à entrada do estabelecimento) ou perante um profissional de saúde.

Para agilizar o acesso aos auto testes, estes vão passar a ser vendidos no retalho alimentar, como supermercados.

Assim, os restaurantes nos concelhos de risco elevado ou muito elevado vão poder permanecer abertos até às 22:30 aos fins de semana e feriados.

O certificado digital ou teste de diagnóstico negativo à covid-19 exigido nos restaurantes e hotéis vai ser fiscalizado pela ASAE, PSP e GNR, podendo as coimas chegar a 10.000 euros, anunciou hoje o Governo.

“O regime contraordenacional que está previsto é o mesmo que já há muito tempo existe para outras dimensões relacionadas com as regras de funcionamento. Vai de 100 a 500 euros para uma pessoa individual e de 1.000 a 10.000 para pessoas coletivas”, disse a ministra de Estado e da Presidência, no final da reunião semanal do Conselho de Ministros, em Lisboa.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES