Ligue-se a nós

Sociedade

Reportagem: À procura do gato-bravo na serras da região Centro

Até agora, gato-bravo nem vê-lo, apesar de um vídeo ainda ter acelerado o coração desta dupla que junta um biólogo e um informático.

Publicado

em

Por

Gato-Montês
Foto: Gato-Montês / Facebook Em busca do gato-montês nas Terras de Sicó e Serra da Lousã

Um fotógrafo da natureza, também biólogo, e um consultor de informática, com experiência em caminhadas, decidiram lançar-se à aventura de procurar o gato-bravo nas serras da região Centro, que se suspeita ter desaparecido por completo da zona.

De acordo com a Agência Lusa, desde o início do ano que Manuel Malva, biólogo de 25 anos, e Alberto Mesquita, consultor informático de 56 anos, andam à procura do gato-bravo na Serra da Lousã e nas Terras de Sicó, colocando armadilhas fotográficas nos locais onde acreditam que haverá uma maior probabilidade de encontrar a espécie classificada como vulnerável no país e que se suspeita já ter desaparecido da região Centro.

“48!”, diz Alberto Mesquita, apontando para o número de vídeos que aparecem na armadilha fotográfica que colocaram perto de Povorais, em Góis, na Serra da Lousã, durante um mês.

“Está ali qualquer coisa em baixo”, diz Manuel Malva, a olhar para o pequeno ecrã da câmara que capta imagens assim que o sensor deteta movimento. “São pombos”, responde Alberto.

Nesta câmara, instalada numa clareira junto a uma queda de água, deparam-se com algo raro desde que começaram a experiência: encontraram mais pessoas nos vídeos do que vida selvagem.

Mais à frente, num caminho sinuoso e escorregadio, por entre silvas e árvores despidas de folhas e cobertas de líquen, outra câmara já não apanha qualquer humano, mas aquilo que à partida seria um bom lugar, por onde passa um trilho de animais, também revela pouca diversidade.

Na última câmara que instalaram naquela zona, deparam-se com uns javalis, um veado adulto e raposas.

“Raposa, raposa, raposa”, conta Alberto, enquanto passa os vídeos captados pela armadilha, apanhando uma ou várias raposas que deveriam estar a passar em busca de comida – mais à frente, estava uma carcaça de veado adulto, já só osso.

Desde janeiro, que calcorreiam a Serra da Lousã e as Terras de Sicó à procura do gato-bravo, terras que os dois conhecem bem – Manuel por causa da fotografia de natureza, Alberto pelas caminhadas que já faz há décadas na região.

Contabilizam cerca de 120 armadilhas fotográficas colocadas, com os vídeos a serem publicados no Youtube e na página de Facebook do projeto.

Até agora, gato-bravo nem vê-lo, apesar de um vídeo ainda lhes ter feito acelerar o coração.

Há uns meses, no ecrã pequenino, vislumbraram um gato, mas ao verem a imagem no computador aperceberam-se que não era o tão procurado gato-bravo, mas um “primo”, um comum gato assilvestrado.

“Quando pegamos numa câmara, pensamos: é desta. Estamos sempre a pensar que o próximo sítio é que é o sítio”, conta Alberto à agência Lusa.

No entanto, já faltam poucas localizações por explorar e a esperança que era quase nula de encontrar o gato-bravo na região também se esfuma.

“Logo na primeira campanha de colocação de câmaras disse ao Alberto que a surpresa seria encontrar o gato. Partimos do pressuposto que não vamos encontrar o gato. Se encontrarmos, será uma boa surpresa”, afirmou Manuel.

Para colocarem foto-armadilhas, os dois procuram rastos de trilhos, em zonas longe de povoações, isoladas e com habitat pouco fragmentado.

Por vezes, para encontrarem o sítio perfeito, “vão de joelhos, quase de rastos” por um trilho numa zona de mato denso, até uma espécie de clareira ou galeria, onde confluem vários caminhos.

“Esses são os melhores sítios, porque os animais têm tendência a utilizar os mesmos trilhos, porque conduzem a zonas de alimentação e de repouso”, explica Manuel.

Esgotadas todas as localizações que definiram, o próximo passo será deixar as armadilhas fotográficas durante longos períodos de tempo nos locais onde encontraram maior potencial.

“Enquanto uma fuinha ou uma gineta pode fazer o mesmo circuito todos os dias, o gato-bravo tem territórios muito maiores e é muito menos previsível. Pode usar um trilho do seu território uma vez de dois em dois meses”, aclarou.

Registos históricos indicam que o gato-bravo estava presente naquelas terras há cerca de 30 anos, mas não se sabe o porquê de ter desaparecido, suspeitando de alguma doença que afetou a população.

O projeto pretende também ser um alerta para a necessidade de políticas de conservação e para os fatores que levaram ao declínio da espécie, que resiste em pequenas bolsas em territórios fronteiriços do país.

“Eu acho que a situação em que a espécie se encontra é o reflexo da conservação da natureza em Portugal: falta de estudo, falta de informação e falta de ação”, criticou Manuel Malva.

Caso alguém tenha conhecimento da presença do gato-bravo na região, pode contactar o projeto através do ‘e-mail’ projectoartemis@gmail.com.

 

Gosta do Notícias de Leiria? Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir! Contamos consigo.

Santuário de Fátima
Sociedadehá 2 horas

PSP reforça patrulhamento no âmbito da operação “Peregrinação a Fátima 2021”

Alvaiázere
Sociedadehá 3 horas

Covid-19: Alvaiázere e Figueiró dos Vinhos em situação de alerta. Batalha diminui casos

Músico Dirk
Culturahá 17 horas

Festival Gravissímo! reúne “metais graves” da tuba ao trombone em Alcobaça

Francisco George
Sociedadehá 21 horas

Presidente da Cruz Vermelha Portuguesa nega responsabilidade na seleção de casas a reconstruir em Pedrógão Grande

Leiriense Inês Bota
Sociedadehá 1 dia

Tribunal moçambicano condena homicidas de Inês Bota à pena máxima

VII Fórum Famílias
Agendahá 1 dia

Brinc@r em Família convida Carlos Neto e Ana Soledade

Sonuma
Sociedadehá 2 dias

Complexo Empresarial SONUMA inaugurado em Figueiró dos Vinhos

e-redes
Sociedadehá 2 dias

E-REDES entrega Pick up de apoio à defesa da floresta a Bombeiros de Ansião

Televisão Xiaomi
Sociedadehá 2 dias

Xiaomi vai abrir primeira loja no distrito de Leiria

Nossa Senhora de Fátima
Sociedadehá 2 dias

Celebrações do 13 de maio limitadas a 7.500 pessoas no Santuário de Fátima

Vereador Carlos Palheira
Desportohá 2 dias

Leiria pode ter 700 eventos em 2022 no âmbito da Cidade Europeia do Desporto

Artista Val Lamim
Culturahá 2 dias

Biblioteca Municipal de Leiria recebe exposição de Val Lamim

Pão de Ló de Alfeizerão
Sociedadehá 2 dias

Alcobaça quer ser Cidade Criativa da Gastronomia

Salir de Matos
Sociedadehá 2 dias

Escola primária de Salir de Matos convertida em centro de dia

Edifício
Sociedadehá 3 dias

Município da Batalha aceita competências na área da ação social

IPL Testagem
Sociedadehá 3 dias

Centro de diagnóstico covid-19 do Politécnico de Leiria já realizou mais de 26 mil testes

Bailarino António Casalinho
Culturahá 3 dias

António Casalinho vai dançar no Coliseu dos Recreios

Filme O meu Professor polvo
Cinemahá 3 dias

Amizade no Oceano – O Meu Professor Polvo

Instituto Registos Notariado
Sociedadehá 3 dias

Marinha Grande: PSD quer explicações sobre atraso na mudança do Instituto de Registos e Notariado para o Atrium

GES Região de Leiria
Sociedadehá 3 dias

Anúncio de ações estratégicas 2030 para Leiria conta com participação de António Costa e Silva, coordenador do PRR

Criança mão
Sociedadehá 1 ano

Menina de dois anos e meio infetada com Covid-19 em Leiria

Colégio Infantil Cubo Mágico Leiria
Sociedadehá 2 anos

Creche em Leiria perde bebés durante passeio em pinhal

Dialectos-Manjedoura-D-Dinis
Bem Estarhá 1 ano

Escola de Leiria adapta vídeo “Dialectos de Manjedoura” para Língua Gestual

Buscas S. Pedro Moel
Sociedadehá 2 anos

Encontrado corpo de pescador desaparecido em São Pedro de Moel

BMW
Sociedadehá 1 mês

GNR nega que tenha um BMW M3 descaracterizado para patrulhar Leiria

Lar Residência Quinta Santo António
Sociedadehá 1 ano

Residências Quinta Santo António inauguram em julho com quartos a partir de 1500 euros

Passadiço Casal S. Simão
Sociedadehá 1 ano

Passadiços de Casal de S. Simão vão ser inaugurados em 2020

Máscara
Sociedadehá 1 ano

Distrito de Leiria tem 28 pessoas infetadas com Covid-19

Gelo para brisas GNR
Sociedadehá 1 ano

GNR de Leiria dá conselhos de como remover gelo do pára-brisas

Termómetro Febre
Sociedadehá 1 ano

Pombal: Homem infetado com Covid-19 leva ao fecho de estabelecimentos

Plantar
Sociedadehá 1 mês

Quer plantar uma árvore no seu jardim? O Município de Leiria oferece

Filme Druk
Cinemahá 4 meses

Druk – Another Round – A medida ideal

ISLA
Sociedadehá 6 meses

Governo ordena “encerramento compulsivo” do ISLA de Leiria

Termómetro Febre
Sociedadehá 1 ano

Distrito de Leiria continua sem casos confirmados de Covid-19 

Acidente em Alcobaça
Sociedadehá 2 meses

Alcobaça: Duas pessoas morreram em acidente de viação

Covid-19 Câmara Marinha Grande
Sociedadehá 6 meses

Concelho de Leiria acorda com 270 casos ativos de covid-19. Marinha Grande no vermelho

Taxi Centro Hospitalar de Leiria
Sociedadehá 3 meses

Hospital de Leiria vai agir judicialmente contra cidadão que partilhou vídeo negando pandemia

Knives Out Movie Daniel Craig
Cinemahá 1 ano

Quem matou Harlan Thrombey? – Knives Out

Praia do Pedrógão areal
Sociedadehá 11 meses

Praias do Pedrógão interditas a banhos e pesca

Leiria Cidade Natal 2019
Bem Estarhá 1 ano

Leiria prepara últimos detalhes para entrar em modo Natal

POPULARES