Ligue-se a nós

Autárquicas 2021

Vereador Nelson Fernandes é candidato do PS à Câmara de Pedrógão Grande

A decisão da Concelhia do PS de Pedrógão Grande foi tomada no mesmo dia em que Valdemar Alves anunciou que não se iria recandidatar.

Publicado

em

Por

Câmara Pedrogão Grande
Foto: Facebook Município Pedrógão Grande

O vereador Nelson Fernandes é o candidato do PS à Câmara de Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, nas próximas eleições autárquicas, disse hoje à agência Lusa o próprio, que é também presidente da Concelhia socialista.

“A Concelhia do PS de Pedrógão Grande reuniu-se na sexta-feira e aprovou o meu nome para cabeça de lista à câmara”, afirmou Nelson Fernandes, engenheiro eletromecânico de 39 anos, eleito vereador nas autárquicas de 2017, acumulando as funções de vice-presidente.

A decisão da Concelhia de Pedrógão Grande foi tomada no mesmo dia em que o presidente da câmara anunciou que não se iria recandidatar.

Em março, a concelhia do PS de Pedrógão Grande aprovou a recandidatura de Valdemar Alves, que viria a ser chumbada pela Federação Distrital de Leiria no mês seguinte.

Num comunicado enviado à agência Lusa na sexta-feira, Valdemar Alves explicou que candidatar-se “seria pactuar com o ato de abandono do Poder Central em relação a toda esta região do Pinhal Interior, a que se assiste há décadas, e que se mostra imperdoável depois dos trágicos acontecimentos de 2017”.

No entender de Valdemar Alves, prolongar no tempo a ideia da possível recandidatura “seria contribuir para a criação da ideia da existência de verdadeiras medidas de combate ao abandono deste território e das suas gentes”, destacando que, ao anunciar esta decisão, tem a forte expectativa de que “ela ajude os mais altos responsáveis deste país a entenderem que este território, altamente desertificado e com a sua população envelhecida, não pode ser continuadamente votado ao abandono”.

“Entenda-se também esta minha decisão de não me recandidatar como um grito de revolta perante este estado de coisas”, acrescentou Valdemar Alves.

No comunicado, o autarca socialista nada diz se na decisão de não recandidatura pesou o chumbo do seu nome por parte da federação ou o facto de estar acusado em dois processos relativos aos incêndios de Pedrógão Grande (nas alegadas irregularidades na reconstrução de casas, em julgamento, e no processo sobre eventuais responsabilidades nas mortes e feridos daqueles fogos, previsto começar na segunda-feira).

Valdemar Alves foi eleito presidente da Câmara de Pedrógão Grande em 2013, então na lista do PSD, partido que na altura conquistou três dos cinco mandatos.

Nas eleições autárquicas de 2017, encabeçou a lista do PS, como independente, tendo os socialistas alcançado três dos cinco mandatos.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO EM LEIRIA

POPULARES